Jovem é morto na garagem de casa, em Osasco

O ajudante-geral Carlos Eduardo de Oliveira, de 20 anos, foi morto com um tiro na cabeça, por volta das 22h30 desta segunda-feira. O rapaz estava na garagem de sua casa, em Osasco, na Grande São Paulo, quando foi abordado por desconhecidos. Segundo a polícia militar, parentes estavam no interior da casa quando ouviram um disparo de arma de fogo. Ao saírem, encontraram o rapaz caído. Mesmo levado ao pronto-socorro do Hospital Regional de Osasco, o jovem não resistiu e morreu. A PM não descarta a hipótese de que a morte tenha ocorrido em uma tentativa de roubo. O caso, no entanto, foi registrado apenas como homicídio. O tiro, segundo a perícia, foi feito a menos de um metro de distância. A vítima não tinha passagem pela polícia. O boletim de ocorrência foi registrado no 1º Distrito Policial de Osasco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.