Jovem morre em tiroteio em favela de SP

Um tiroteio entre traficantes e policiais militares custou a vida de uma jovem de 18 anos, no final da noite de ontem, na Favela Assunção, região do Jaguaré, zona oeste de São Paulo.Os policiais foram investigar uma denúncia de que um grupo de traficantes estava na favela, mas assim que chegaram no local os bandidos começaram a trocar tiros com os soldados e uma perseguição começou.Em uma das vielas da favela, os policiais encontraram caída, ferida a tiros, Adriana de Oliveira Santos, de 18 anos, e mãe de uma criança de 8 meses. A jovem foi levada pelos policiais até o pronto-socorro do Hospital Universitário e depois, transferida para o Hospital das Clínicas, onde morreu.A revolta dos parentes da menina era muito grande e um pequeno tumulto teve início assim que foi confirmada a morte da criança. Moradores da favela se protestaram na porta do 93.º Distrito Policial, do Jaguaré, onde a morte da menina estava sendo registrada. Houve necessidade de se acionar reforço policial para que a delegacia não fosse invadida. Também foram deslocadas viaturas da Polícia Militar para a frente do Hospital das Clínicas. Ainda não se sabe de que arma saiu o tiro que matou Adriana; se dos policiais ou dos traficantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.