Jovem morre por disparo acidental de fuzil

Quando exibia para a namorada uma espingada de calibre 20, Jhones Sotero dos Santos Correa, de 18 anos, pode ter acionado o gatilho da arma que disparou. Um projétil atingiu no queixo Talita da Silva Santos, de 16 anos.Levada pelo próprio namorado ao Pronto-Socorro do Hospital Santa Marcelina, a garota morreu, pouco antes das 21h00 desta sexta-feira. A vítima morava no Bairro dos Pimentas, em Guarulhos, e o fato ocorreu na casa de Jhones, no bairro de Itaim Paulista, na zona leste de São Paulo.O rapaz recebeu voz de prisão no hospital para onde havia levado a namorada. A arma, que foi apreendida na casa dele, tinha um cartucho deflagrado e quatro intactos. Johnes alegou que o disparo foi acidental.Mesmo assim, foi autuado em flagrante por homicídio, no 50º DP. O delegado Fábio Neri Pistori solicitou exames residuográficos das mãos do rapaz para comprovar que foi ele mesmo quem disparou a arma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.