Jovem obrigado a saltar do trem tem morte cerebral

Cleiton da Silva Leite, de 20 anos, um dos rapazes obrigados a saltar do trem em movimento por três skinheads, sofreu morte cerebral hoje. Ele estava internado em estado grave desde o dia em que saiu para passear com o amigo Flávio Augusto do Nascimento, de 16 anos, e encontrou o grupo de skinheads - Vinícius Parizatto, Juliano Aparecido Freitas e Danilo Gimenez Ramos. Clayton e o amigo foram obrigados a saltar do trem, nas proximidades da Estação Brás Cubas, Mogi das Cruzes. Flávio teve o braço direito decepado. Clayton sofreu traumatismo craniano e perda de massa encefálica. Seus órgãos serão doados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.