Jovem sem habilitação atropela sete e mata dois no Paraná

Entre as vítimas do acidente estão uma mulher de 19 anos e sua filha de apenas dez meses

Evandro Fadel, de O Estado de S.Paulo,

01 de agosto de 2010 | 15h52

CURITIBA - Um motorista de 18 anos, sem carteira de habilitação e, segundo testemunhas, fazendo manobras arriscadas, atropelou sete pessoas em frente a uma casa, matando uma mulher de 19 anos e sua filha de apenas dez meses, na madrugada deste domingo, 1, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Uma outra menina ferida foi levada em situação mais grave para o hospital. O motorista, Jeferson Dionísio dos Santos, que se feriu sem gravidade, foi detido após o acidente e admitiu, em entrevista à Rádio Banda B, que bebeu "Smirnoff, tubão (mistura de várias bebidas alcoólicas e não alcoólicas) e refrigerantes."

 

Segundo testemunhas, o carro teria se aproximado de uma residência no Bairro São Gabriel, onde se realizava uma festa, com o motorista dando cavalinho de pau. Ao perder o controle em uma curva, ele acabou atropelando as pessoas que conversavam em frente à casa e ainda bateu contra o muro. Morreram Márcia Amaral de Oliveira e sua filha Maiane Amaral de Lima, que estava no colo. A criança ainda foi atendida por socorristas do Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), mas morreu na ambulância.

 

Preso, o motorista disse à rádio de Curitiba que foi estudante, mas agora ficava em casa. Mesmo sem ter habilitação, assumiu que comprara o carro, que estava no nome da mãe. "É a primeira vez que pego ele", afirmou. "Nunca tinha guiado um carro na vida." Santos ressaltou que não se lembrava se estava fazendo manobras perigosas.

 

"Só sei que fui fazer a curva, só isso, e não me lembro de mais nada", completou. Também acentuou não se recordar quantas pessoas estavam com ele dentro do carro. "Eu e mais uma pessoa, parece, eu não lembro", disse. Mas recordou ter ingerido bebidas alcoólicas e reconheceu o erro. "Tenho que pagar, é obrigado", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
JovematropelamentomorteParana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.