Jovens acusados de matar garçom chegam a Brasília

Chegaram nesta quarta-feira a Brasília os cinco jovens que estavam presos desde outubro em uma delegacia de Porto Seguro, na Bahia, quando se tornaram suspeitos de provocar a morte do garçom Nelson Simões dos Santos. O garçom morreu horas depois de se envolver em uma briga norestaurante Sabor do Sul, na Passarela do Álcool, um dos principais pontos turísticos da cidade baiana.Os jovens foram soltos graças a uma decisão unânime dos ministros da 6ª Turma do STJ que, na terça-feira, concederam habeas-corpus aos estudantes Fernando Speling e Artur Alencar. Os ministros concordaram com a argumentação dos acusados de defesa que os jovens estavam presos pelo clamor popular que o episódio provocou. O juiz de Porto Seguro resolveu estender os efeitos dessa decisão para os outros três jovens envolvidos no caso. Além deles, são suspeitos de provocar a morte de Santos os menores A.P.M. e F.M.R., que estavam internados em uma delegacia, mas, em janeiro, foram soltos por decisão do presidente do STJ, Nilson Naves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.