Jovens de classe média são presos vendendo droga em shopping no Rio

Chefia da Polícia Civil nega que haja indício de que tráfico tenha migrado do morro para o asfalto

Priscila Trindade, Central de Notícias

11 de maio de 2011 | 12h53

SÃO PAULO - Dois jovens de classe média foram presos na terça-feira por suspeita de comercializar cerca de um quilo de maconha em um shopping da Tijuca, na zona norte do Rio. Os presos foram levados para a 19ª Delegacia Policial (DP), onde o caso foi registrado.

 

A Chefia da Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira, 11, uma nota afirmando que a prisão dos suspeitos não é um indício de que o tráfico de drogas tenha migrado das comunidades ocupadas pelas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) para o asfalto. Anteriormente, o delegado responsável pelo caso, Leonardo Luís Macharet, havia afirmado o contrário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.