Jovens distribuem nariz de palhaço a eleitores

"Somos palhaços sem graça de um circo sem futuro". Foi carregando esta frase que dois jovens passaram o dia em frente a um dos maiores colégios eleitorais de São José dos Campos (SP), no Vale do Paraíba, fazendo um protesto pacífico a favor da consciência política. No meio da avenida Barão do Rio Branco, sob um sol forte, eles chamavam a atenção de quem passava por ali. "Até a polícia veio saber o que estávamos fazendo aqui, mas não tivemos nenhum problema." Assim como fizeram no primeiro turno, o radialista Kelson Moraes Ribeiro, de 24 anos, e o universitário Diego Rodrigues Ferroni, de 25 anos, compraram mais de 200 narizes de palhaço para distribuir aos eleitores em frente à avenida "Barão do Rio Branco", próximo à Escola Técnica Everardo Passos (Etep). "Este ato não é a favor de nenhum candidato. É para que as pessoas pensem mais e reflitam sobre o poder que elas têm", disse o radialista. "A idéia é provocar a reflexão sobre a ética na política. Não adianta votar e esquecer. As pessoas têm que cobrar dos políticos mais seriedade" completou Ferroni. Em outra faixa que seguravam estava escrito: "O povo tem o poder e o governo, o dever". Ao receberem o nariz de palhaço os eleitores riam do brinde. "Achei a idéia boa, e importante que as pessoas possam se manifestar" disse o motorista Rubens Soares Oliveira. Votação tranqüilaNas 39 cidades do Vale do Paraíba a eleição foi bastante tranqüila. Cerca de vinte urnas eletrônicas quebraram e tiveram que ser substituídas por equipamentos reservas. De acordo com o juiz eleitoral de Taubaté, Paulo Roberto da Silva, cada eleitor levou cerca de dez segundos para votar e no período da tarde as seções ficaram praticamente vazias. "A maioria preferiu votar de manhã, quando foram registradas longa filas. Foi uma votação ordeira e muito rápida".

Agencia Estado,

29 de outubro de 2006 | 17h49

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.