Jovens estupram, filmam e põem na web

A polícia de Santa Catarina está prestes a encerrar o inquérito que apura um estupro envolvendo três jovens de classe média de Joaçaba, no oeste do Estado. Em uma festa com 13 pessoas, uma garota de 16 anos foi violentada por dois jovens maiores, enquanto um adolescente filmava. As imagens foram parar na internet. Os três foram presos na terça-feira e confessaram. A Promotoria vai indiciá-los por estupro, fornecimento de bebida alcoólica para menor e divulgação de pornografia. Se condenados, os adultos podem pegar até 10 anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.