Jovens lincham adolescente durante horas no Guarujá

Quando a PM chegou ao barraco do Morro Vila Baiana, no Guarujá, um jovem apontava uma pistola Colt 45 que já pertenceu ao exército norte-americano para a cabeça de um adolescente, que por pouco não foi executado. O drama desse menor, porém, começou por volta das 17h de ontem, quando foi abordado por um grupo de vizinhos, com idade variando entre 14 e 21 anos, que atribuía a ele alguns roubos ocorridos na favela. Ele passou a ser agredido com pedaços de pau e barras de cano, num lento linchamento que se prolongou até às 20h15, quando a polícia foi acionada, chegou ao local e levou-o ao pronto socorro municipal, onde foi medicado.Os ferimentos foram principalmente na cabeça do adolescente, que passa bem. Cinco jovens e seis menores participaram do linchamento e disseram à polícia que pretendiam apenas dar um susto no menor. Fernando Caldas dos Santos, 20 anos, Ananias Fortunato da Silva, 18 anos, Milton José de Carvalho, 21 anos, e Maciel Gregório dos Santos, 18 anos, foram presos em flagrante e indiciados por tentativa de homicídio. Seis menores de idade foram entregues ao Juizado da Infância e Adolescência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.