Jovens perdidos reaparecem na Serra do Caraça em Minas

Três estudantes que estavam perdidos desde a última sexta-feira na Serra Natural do Caraça, a cerca de 100 quilômetros da capital mineira, reapareceram nesta terça-feira no Santuário do serra. O desaparecimento dos jovens durante uma caminhada ecológica mobilizou um grande aparato da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Um helicóptero foi usado nas buscas. No final da tarde de ontem, porém, os estudantes chegaram caminhando ao local onde estava uma equipe responsável pelas buscas. Os rapazes foram examinados por um médico e passavam bem. Pedro Rangel Drumond, de 25 anos, Douglas Eduardo Nascimento, de 27, e Daniel Lessa Gomes, de 25, saíram de Itabirito, na região central do Estado, para uma caminhada de 70 quilômetros pela mata da região até a Serra do Caraça. No domingo à noite, porém, eles ligaram para parentes de um telefone celular e pediram ajuda. O resgate dos jovens chegou a ser anunciado no final da tarde de segunda-feira, mas, de acordo com o Corpo de Bombeiros, eles teriam abandonado uma fazenda onde estavam, a 60 quilômetros da serra. Um dos estudantes disse que o grupo perdeu a orientação da trilha devido à intensa neblina na região. Eles disseram que durante as noites enfrentaram um frio de aproximadamente 5 graus centígrados, mas conseguiram enfrentar as condições adversas porque estavam preparados para expedição, com barracas, alimentos, água e agasalhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.