Juazeiro, na Bahia, tem pior chuva dos últimos 98 anos

Em Juazeiro precipitação chegou a 77,5 mm, quase 50% mais do que média histórica para mês de abril

Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo

07 de abril de 2010 | 16h49

A frente fria que causou as tempestades no Rio de Janeiro trouxe preocupação à cidade de Juazeiro, na Bahia. A cidade registrou, entre a noite de ontem e a madrugada de hoje, a mais forte chuva dos últimos 98 anos, segundo o Laboratório de Meteorologia da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

No período, a precipitação chegou a 77,5 milímetros, quase 50% mais do que a média histórica de chuva no município em todo mês de abril (52 milímetros). Apesar da intensidade, não foram registradas mortes na cidade por causa da tempestade. O temporal foi causado pela conjunção de alta temperatura e o alto índice de umidade relativa do ar.

Boa parte do centro da cidade e de áreas próximas da margem do Rio São Francisco ficaram alagadas, mas segundo a prefeitura o número de desabrigados é pequeno - e eles estão hospedados em casa de familiares.

A frente fria deve chegar a Salvador amanhã, mas a Defesa Civil acredita que o volume de chuva seja menor do que o registrado no Rio de Janeiro, ficando por volta de 50 milímetros. O subsecretário para assuntos de Defesa Civil, Osny Bonfim, pediu à população para manter vigilância sobre possíveis sinais de deslizamento de terra.

Mais conteúdo sobre:
chuvaBahiaJuazeirofrente fria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.