Jucá atribui resultado nas urnas à ´derrubada da inflação´

O líder do governo no Senado Romero Jucá (PMDB-RR) disse concordar com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo atribuiu boa parte do resultado das eleições à "derrubada da inflação". Jucá considera, porém, que os avanços nos programas sociais do governo também contribuíram para o resultado eleitoral. "O resultado eleitoral é um misto da política econômica, que controlou a inflação e não deu espaço para deteriorar a qualidade de vida das pessoas e também dos programas sociais que focaram na distribuição de renda e na população mais necessitada do país", afirmou.Ele disse concordar, também, com a tese de que para se obter crescimento não é necessário ter uma inflação maior. Mas disse que não há divergência com quem pensa, dentro do governo, que pode haver maior flexibilidade. "Cada um está certo no seu aspecto. Dá para compatibilizar opiniões. Eles apenas enfocam aspectos diferentes da situação", disse. Para Jucá o importante é manter a meta de inflação e piso de crescimento. Ele não quis entrar em detalhes sobre se Meirelles deve permanecer ou não presidência do BC e disse que quem decide é o presidente. Para ele o País tem uma política social em ascensão e é preciso ampliar agora o emprego através do crescimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.