Jucá lança emenda paralela para manter mecanismo

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), apresentou uma proposta de emenda à Constituição (PEC) a fim de prorrogar a vigência da Desvinculação das Receitas da União (DRU) até dezembro de 2015, permitindo ao governo movimentar livremente 20% das receitas, mesmo se tiverem vínculo constitucional. A proposta tramitará, simultaneamente, à PEC do Executivo que está na Câmara e servirá como um atalho para aprovação final da matéria.

Andrea Jubé Vianna, O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2011 | 00h00

A iniciativa de Jucá atende a um pedido da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, preocupada com a tramitação lenta da matéria na Câmara. A prorrogação da DRU é considerada prioritária pelo Planalto como ferramenta indispensável ao controle do equilíbrio fiscal. A avaliação no governo é de que o projeto do Executivo foi enviado pela Casa Civil ao Congresso com muito atraso e que pode não haver tempo hábil para aprovação da matéria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.