Juiz brasileiro quer saber como ouvir americanos

O juiz substituto da Vara Federal de Sinop (MT), Murilo Mendes, cobrou ontem ontem no processo sobre o acidente da Gol que o Ministério da Justiça informe como serão ouvidas no exterior testemunhas de defesa dos pilotos Joe Lepore e Jan Paladino. Eles indicaram oito residentes nos EUA. As exceções são dois moradores do Rio: Sérgio Salles e o coronel Luís Fernando Póvoas. Entre as testemunhas arroladas pela defesa dos controladores está Christoph Gilgen, da Ifacta, entidade internacional de dos trabalhadores do setor. Entre os indicados pela acusação está Daniel Bachmann, executivo da Embraer que viajava no Legacy.

O Estadao de S.Paulo

03 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.