Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Juiz é assassinado em Vila Velha

O juiz da Vara de Execuções Penais Alexandre Martins de Castro Filho, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado no Espírito Santo, foi assassinado esta manhã em Vila Velha, na Grande Vitória. Ele atuava em parceria com a missão especial de combate ao crime no Estado. Castro Filho foi baleado por volta das 9 horas por dois motoqueiros, quando saía de uma academia, no bairro de Itapuã. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu. A Polícia Federal no Estado já está mobilizada. O secretário de Segurança Pública capixaba, Rodney Miranda, está no local do crime, e se encontra em seguida com o governador Paulo Hartung (PSB), para tratar do assassinato. O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos irá a Vitória para acompanhar as investigações sobre o assassinato. Thomas Bastos saírá de Fortaleza, onde participaria do Encontro Internacional sobre criminalidade, ao meio-dia. Na semana passada, Castro Filho havia dito que a morte do juiz corregedor de Presidente Prudente, Antônio José Machado Dias, não intimidaria a classe. Ele andava sem seguranças. Hoje, alunos do magistrado estão programando um protesto contra o crime.

Agencia Estado,

24 de março de 2003 | 10h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.