Juiz é vítima de seqüestro relâmpago na zona leste de SP

Um juiz foi seqüestrado por dois bandidos, por volta das 19h30 de quinta-feira, quando saía, em seu Vectra, de um estacionamento junto ao campus São Miguel Paulista da Universidade Cruzeiro do Sul, no extremo leste de São Paulo. O juiz atuaria no Fórum de São Miguel Paulista e no Anexo do Juizado Especial Cível (JEC), do mesmo Fórum, situado dentro da faculdade, onde são atendidos casos de menor complexidade. A vítima seria o juiz Jair de Souza, mas a polícia não confirmou a identidade dele nem o local onde trabalha. Ele foi levado pelos bandidos, em seu carro, até um imóvel no bairro do Itaim Paulista, vizinho a São Miguel. Lá, ficou cativo até as 23 horas, enquanto os criminosos realizavam saques em caixas eletrônicos com o cartão da vítima. O juiz foi liberado assim que os assaltantes retornaram. Ainda não se sabe se os assaltantes conseguiram sacar algum valor. O carro do juiz e os seqüestradores continuam desaparecidos. O caso foi registrado no Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.