Juiz flagra 9 menores como ''cordeiros''

O juizado da Infância e da Juventude de Salvador flagrou, na tarde de ontem, nove "cordeiros" com menos de 16 anos no bloco Gula, comandado pela cantora Cláudia Leitte. De acordo com o juiz Salomão Resedá, os jovens ganhavam R$ 25 por apresentação e foram recrutados pela Servis Segurança e Serviços Limitada, empresa terceirizada pela administração do bloco, que será denunciada ao Ministério do Trabalho. Até a meia-noite, os administradores da empresa não haviam comparecido ao Juizado para receber o auto de infração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.