Juiz indica defensores públicos para Bida

Preocupado em ter de adiar o julgamento do fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, acusado de ser um dos mandantes do assassinato da missionária Dorothy Stang, o juiz Raimundo Flexa designou os defensores públicos Paulo Bona e Alex Noronha para atuar no júri, amanhã, em Belém (PA). Em março, o julgamento foi adiado porque o advogado Eduardo Imbiriba não compareceu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.