Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Juiz interdita cadeia em Americana e manda remover presos

O juiz corregedor dos presídios de Americana (SP), André Carlos de Oliveira, decretou no início da noite desta terça-feira a interdição da Cadeia Pública do município, na região noroeste do Estado, e a remoção escalonada, que deve estar inteiramente concluída no prazo de 120 dias, dos mais de 450 detentos que se encontram ali.Ainda de acordo com o juiz, está "expressamente" proibido, a partir desta quarta-feira "o ingresso de novos presos, provisórios ou condenados". "A precariedade do prédio da Cadeia Pública 11 não oferece condições mínimas exigidas para estabelecimento penal, com risco à vida dos presos recolhidos, às pessoas que freqüentam o prédido e à própria segurança da sociedade", afirma a portaria do juiz. Nos próximos 30 dias, segundo a decisão do juiz, deverão ser retirados da cadeia 199 presos condenados, que cumprem pena na cadeia em regime fechado, e os 10 condenados que cumprem pena em regime semi-aberto. Os demais 262 presos, à espera de julgamento, deverão ser retirados no prazo máximo de 120 dias. A Secretaria de Segurança Pública, responsável pela administração da cadeia, informou por intermédio de sua assessoria de imprensa, que só vai se pronunciar depois que "for informada, oficialmente, pela Justiça, da decisão".

Agencia Estado,

19 de novembro de 2002 | 20h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.