Juiz nega pedido de prisão de donos da Encol

O juiz da Vara de Falências de Goiânia, Carlos Alberto França, negou o pedido de prisão preventiva formulado pelo Ministério Público para os diretores da Encol S/A., que já foi a maior construtora do País.Na semana passada, com base em uma auditoria, o Ministério Público apresentou o pedido de prisão preventiva contra o presidente da Encol, Pedro Paulo de Souza, contra o filho dele, Rodrigo Dimas de Souza, e contra seteoutros diretores da empresa.Segundo a rádio CBN, o juiz Carlos Alberto de França garantiu que não há nenhum impecilho para que o processo siga normalmente e que estas pessoas não representam riscos, até porque tem endereços definidos. Mas o juiz acatou as 72 denúncias apresentadas pelo Ministério Público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.