Juiz proíbe entrada de Beira-Mar em prisões de Brasília

O juiz da Vara de Execuções Criminais do Distrito Federal, Eduardo Henrique Rosas, proibiu nesta quinta-feira a entrada do traficante Fernandinho Beira-Mar nas penitenciárias da capital federal. Rosas afirmou que não há em Brasília um presídiode segurança máxima para receber presos da periculosidade de Beira-Mar."Aqui, Fernandinho Beira-Mar não entra", garantiu o juiz. "Não podemos transformar Brasília na UTI do sistema penitenciário, trazendo para cá os presos indesejados de todo o País", acrescentou.Rosas disse que Beira-Mar não viria sozinho. "Ele tem todo um aparato criminoso que o acompanha e não podemos expor a população do DF aesse risco", completou o juiz, durante uma entrevista aos jornalistas.Além da incapacidade do sistema prisional, o juiz disse que não há respaldo legal paratransferir o traficante para Brasília. Essas opiniões também foram externadas durante reunião com integrantes da área de segurança pública do Distrito Federal ocorrida nesta quarta-feira, antes da transferência de Beira-Mar para Presidente Bernardes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.