Juiz solta morador que foi preso por matar ladrão que caiu em piscina em MT

Homem que tinha porte de armas atirou e matou um dos assaltantes que entraram em sua casa

Fátima Lessa, especial para O Estado, O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2017 | 15h54

CUIABÁ - O juiz José Luís Leite Lindote, da comarca de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, determinou a soltura do comerciante Wagner Wilton do Carmo, de 38 anos, que foi preso após atirar no jovem que tentou assaltar sua casa. Patrick de Oliveira, de 19 anos, morreu ao cair na piscina.  O caso aconteceu na cidade de Poconé, a 104 km de Cuiabá, no sábado, 11. Os assaltantes aproveitaram o portão aberto e entraram no local.

+++ Após nova tentativa de assalto, Pirelli cancela testes em Interlagos

Segundo informações policiais, dois homens entraram na casa e anunciaram o assalto. Alertado pelos gritos da mulher, Wagner acordou, pegou o revolver calibre 38 e reagiu disparando contra um dos assaltantes, que foi atingido no peito. Baleado, o homem ainda tentou fugir, mas caiu na piscina no quintal da casa do casal e morreu. O outro assaltante fugiu ao ouvir os disparos  e ainda não foi localizado.

+++ Rio chega a 119 PMs mortos no ano e registra 15 tiroteios e 1 arrastão por dia

Wagner foi preso em flagrante pela Polícia Militar no local do crime e foi levado à delegacia local da Polícia Civil. Para o delegado, disse que agiu em legítima defesa. O morador tem porte de arma, mas teve seu revólver apreendido para perícia. Ele foi liberado após passar por audiência de custódia, no domingo, 12.

+++ Vítima de tiro no passado, Jovane fecha Mundial como melhor esgrimista do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.