Juíza afasta vereadores acusados de desviar dinheiro público em Estreito(MA)

Políticos dividiram entre eles um total de R$ 198 mil, valor repassado pela Prefeitura para a reforma da Câmera

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

16 de fevereiro de 2011 | 03h54

SÃO PAULO - Os nove vereadores da cidade de Estreito (MA), no sudoeste maranhense, a 650 quilômetros de São Luís, foram afastados nesta terça-feira, 15, pela juíza da comarca do município, Daina Leão, sob a acusação de dividirem entre eles um total de R$ 198 mil, valor repassado pela Prefeitura para a reforma da Câmara. A contadora da Câmara, Ivonete da Silva Prado Macedo, também foi afastada.

 

Os vereadores afastados são:

Edevandrio Gomes Pereira - presidente da Câmara -, Reginalva Alves Pereira - tesoureira -, Elton Pasa, José Rômulo Rodrigues dos Santos, Inocêncio Costa Filho, Eriberto Carneiro Santos, Manoel Barbosa de Sousa, Bento Cunha de Araújo e Benedito Sousa Salazar. No lugar dos que foram afastados, devem assumir os suplentes das respectivas coligações.

Tudo o que sabemos sobre:
vereadores, roubo, prefeitura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.