Juíza autoriza uso de cartão corporativo

AMAZONAS

, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2010 | 00h00

A juíza da 1.ª Vara da Fazenda Pública de Manaus, Ida Maria Costa de Andrade, não acatou o pedido de liminar do Ministério Público Estadual para suspender o uso do cartão corporativo na Câmara. Os vereadores têm R$ 8 mil por mês para gastos com alimentos e combustível.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.