Juíza é baleada ao ter o carro roubado na zona Leste de SP

A juíza Sônia Aparecida Gindro, do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP), foi baleada mesmo não tendo reagido a um assalto. O crime ocorreu por volta das 22h45 de ontem, no Largo São José do Maranhão, no Tatuapé, zona Leste da capital paulista. Ferida na virilha, a juíza foi encaminhada ao pronto-socorro do Tatuapé e não corre risco de morte.Segundo a polícia, a vítima estacionava seu carro quando foi abordada pelos bandidos. Sônia desceu do carro, entregou sua bolsa e as chaves do carro e, sem esboçar qualquer reação, foi baleada. Os criminosos fugiram levando o carro dela. O caso foi registrado no 52º Distrito Policial, do Parque São Jorge.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.