Juíza flagra boneco de palha fazendo a segurança de presídio

A juíza corregedora da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, Sueli Armani Zeraick, fez um flagrante inusitado na tarde de ontem. Depois de receber uma denúncia anônima, ela se dirigiu ao Centro de Detenção Provisória de Taubaté, onde atualmente estão cerca de 700 presos, e encontrou um boneco de palha em uma das torres de segurança do local. Na guarita, o espantalho estava vestido com uma farda completa da PM e não havia nenhum policial de plantão. O boneco de palha foi levado para a Vara de Execuções e será apresentado à imprensa nesta tarde. Segundo o comandante do Batalhão da Polícia Militar, responsável pela segurança externa do presídio, Coronel Lamarque Monteiro, os policiais de plantão estão sendo ouvidos e será aberta sindicância para apurar os motivos que levaram a esta atitude. De acordo com informações extra-oficiais, dois cabos foram os responsáveis pela confecção e colocação do boneco na guarita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.