Juíza pede prisão de secretário de Segurança do Rio

A juíza Márcia Santos Capanema de Souza, da 5ª Vara de Fazenda Pública, pediu nesta sexta-feira a prisão do secretário estadual da Segurança Pública, coronel Josias Quintal, por descumprimento de decisão judicial e crime de responsabilidade. A solicitação foi encaminhada por meio de ofício ao presidente do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio, Miguel Pachá, a quem caberá a palavra final. Márcia quer que o secretário seja preso por ter ignorado a decisão que obriga o governo do Estado a dar posse a mais de 1.100 policiais civis aprovados em concurso em outubro de 2001. Em seu último dia de governo, 31 de dezembro de 2002, a ex-governadora e atual ministra da Assistência e Promoção Social, Benedita da Silva (PT), nomeou os concursados, mas a administração de Rosinha Matheus (PSB) voltou atrás e chegou a entrar com dois recursos para evitar o cumprimento da decisão.Segundo a assessoria do TJ, o presidente do órgão ainda não havia sido informado sobre o ofício por estar viajando.

Agencia Estado,

07 de março de 2003 | 21h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.