Julgamento de Andinho é adiado para outubro

O julgamento do seqüestrador Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho, previsto para ocorrer hoje no Fórum de Campinas, foi adiado para o dia 16 de outubro. Andinho irá a júri popular acusado da morte de Nivandro de Souza Silva, em 1998, no Jardim Itatiaia. Segundo a Justiça local, o adiamento ocorreu porque o pedido de remoção do criminoso não chegou a tempo no presídio de Presidente Bernardes, onde Andinho está detido. Mas há informações de que não havia segurança suficiente para removê-lo da penitenciária até Campinas, em um percurso de 650 quilômetros. A polícia temia tentativas de resgate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.