Julgamento de Pimenta Neves deve seguir noite adentro

O julgamento do jornalista Antonio Marcos Pimenta Neves deve prosseguir noite adentro e dificilmente terminar nesta quarta. Às 20 horas, prosseguia no salão do júri a leitura das peças do processo escolhidas pela defesa e pela acusação.O juiz Diego Ferreira Mendes tomou para si as tarefas da leitura para dar um descanso aos seus auxiliares. Em seguida devem começar os depoimentos das testemunhas. Serão ouvidas três de acusação e quatro de defesa. Estão previstos ainda os debates entre a promotoria, o assistente de acusação e os advogados de defesa.Em razão do cansaço dos jurados, o juiz pode suspender a sessão e determinar um recesso. Se isso acontecer o júri será retomado na quinta, às 10 horas.O outro ladoA Polícia Militar mandou 40 homens para fazer a segurança do Fórum, na Praça Monsenhor Antonio Pepe, centro de Ibiúna. Até o começo da tarde, não houve incidentes. Entre 50 e 80 pessoas permaneciam na frente do prédio, a maioria atraída pela movimentação da imprensa.A administração do fórum encomendou 49 embalagens de marmitex para o almoço dos jurados, policiais, internos, promotor, juiz e réu, cada uma a R$ 3,50. Segundo o dono do restaurante que forneceu a comida, Marco Antonio Vieira Ribeiro, foram servidos arroz, feijão, filé de frango grelhado e salada. Até sair a sentença, os jurados ficam aos cuidados da Justiça.Ao fim da sessão de hoje, seriam levados para uma pousada na cidade ou na região e ficariam isolados de todas as outras pessoas. Essa regra vale para preservar a isenção do Conselho de Sentença.Durante grande parte do dia, a maioria dos jurados não pareceu prestar muita atenção à leitura dos laudos e depoimentos do processo, feita por oficiais de Justiça. As muitas horas dedicadas à leitura dos autos levaram um dos sete jurados ao sono. Por alguns minutos, ele abaixou a cabeça e fechou os olhos, levantando o pescoço de repente, assustado com o burburinho da platéia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.