Julgamento dos irmãos Cravinhos é adiado

O julgamento dos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos foi adiado para 17 de julho. Os dois já deixaram o plenário do Fórum Criminal da Barra Funda, onde ocorre o júri do caso Richthofen. O início do julgamento de Suzane von Richthofen e dos dois irmãos, réus confessos do assassinato dos pais dela, Manfred e Marísia von Richthofen, em 2002, estava marcado para as 13 horas. Mas, os advogados dos Cravinhos, Geraldo e Gislaine Jabur, não se apresentaram. Com isso, o julgamento foi automaticamente separado, como pleiteava a defesa dos réus. Suzane será julgada sozinha. Ela já está no plenário.As defesas pediam a separação pois há duas equipes de defesa para os três acusados - Denivaldo Barni Jr. representa Suzane e Jabur defende os Cravinhos. Os interesses dos dois advogados são diferentes, porque as teses de defesa são contraditórias - Suzane alega que os irmãos a induziram a cometer o assassinato e eles dizem o oposto. Além disso, Geraldo e Gislaine Jabur não teriam aceitado o fato de os irmãos Cravinhos não terem obtido o direito à prisão domiciliar, assim como Suzane. Entre as reclamações, estava o fato de os dois réus terem de se apresentar vestindo uniformes de detentos, enquanto Suzane poderá usar roupas normais. O promotor que acusará os Cravinhos, Nadir de Campos, disse que isso não é motivo para não comparecer.ChegadaSuzane chegou ao fórum por volta das 11h30. A jovem chegou numa Blazer da Polícia, sentada no banco de trás entre seu tutor, o advogado Denivaldo Barni, e uma mulher. Suzane tinha o rosto coberto com um pano bege. Os pais dos irmãos Cravinhos, Astrogildo e Nadja, chegaram por volta das 11h45 e não falaram à imprensa, apesar do assédio. Pela manhã, Astrogildo havia declarado que não acredita que os filhos escapem da condenação.Daniel e Cristian foram levados do Centro de Detenção Provisória I de Pinheiros, onde estavam desde quinta-feira, 1º, quando foram transferidos da Penitenciária de Itirapina, ao fórum pela manhã.Texto atualizado às 14h30

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.