Julgamento no MA recomeça com defesa do mecânico

O julgamento do mecânico Francisco das Chagas, acusado de matar 42 meninos no Maranhão e no Pará, recomeçou por volta das 15h30 desta segunda-feira, 23, em São Luís, após uma pausa para almoço de apenas vinte minutos. Pela manhã foram lidos os autos do processo e ouvido o depoimento do réu, que já havia confessado a autoria do assassinato do menor Jônatas da Silva Vieira, de 15 anos. Nesta tarde, estão sendo ouvidos os advogados de defesa do mecânico.O julgamento foi precedido do protesto das mães das supostas vítimas de Chagas, que se reuniram desde as 6h30 em frente ao Tribunal de Justiça da cidade. Dali elas seguiram para o auditório do SESC Olho D´Água, onde cerca de 500 pessoas acompanham o julgamento. No depoimento da manhã, que durou cerca de duas horas, o mecânico entrou em contradição ao admitir - e depois negar - que conhecia a família da vítima. Durante a audiência, a mãe de uma das vítimas passou mal, teve uma crise de choro e precisou ser retirada do auditório.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.