Júri absolve PMs acusados de homicídio em SP

O 4º Tribunal do Júri, no Fórum Regional da Penha, na zona leste da cidade de São Paulo, absolveu na madrugada desta sexta-feira os ex-PMs Rubens Antonio Baldasso, Dirceu Bortoloto e Francisco Gomes Inocêncio, acusados de homicídio qualificado e tentativa de morte qualificada. As vítimas foram Aluísio Cavalcante Júnior, de 18 anos, executado a tiros em 4 de março de 1987, no Itaim Paulista, zona leste da cidade, e Cláudio Aparecido Moraes, que sobreviveu, apesar de atingido por cinco disparos. Os ex-PMs os teriam confundido com dois rapazes que haviam assassinado o filho do cabo José de Carvalho. Os jurados decidiram que os três réus não tiveram participação nos crimes. O julgamento foi presidido pelo juiz Edmundo Lennis Filho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.