Júri de assassinos de cacique será em SP

JUSTIÇA

, O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2010 | 00h00

O Supremo Tribunal Federal negou pedido de habeas corpus e manteve para São Paulo o julgamento dos três réus apontados pela polícia como assassinos do cacique guarani-kaiowá Marcos Verón. O crime ocorreu em janeiro de 2003 na Fazenda Brasília do Sul, na região de Dourados (MS). Os réus Estevão Romero, Carlos Roberto dos Santos e Jorge Insabralde irão a júri popular no dia 3 de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.