PATRICIA SANTOS/AE
PATRICIA SANTOS/AE

Júri de Farah Jorge Farah é adiado pela 5ªvez

O novo júri está marcado para o dia 12 de maio; Ex-cirurgião esquartejou a amante em 2003

O Estado de S.Paulo

10 de março de 2014 | 09h56

SÃO PAULO - O júri de Farah Jorge Farah, o ex-cirurgião que, em janeiro de 2003, matou e esquartejou a amante, Maria do Carmo Alves, foi adiado nesta segunda-feira, 10.Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), o julgamento foi marcado para o dia 12 de maio.Esta é a quinta-vez que o júri é adiado desde que o primeiro julgamento contra o ex-cirurgião foi anulado pelo TJ-SP.

Ele havia sido sentenciado, pela primeira vez, em abril de 2008, a 13 anos de prisão por homicídio e ocultação de cadáver. O processo está em andamento há mais de dez anos e o réu aguarda o julgamento em liberdade.

Segundo o TJ-SP, nessa segunda-feira, o julgamento foi adiado porque quatro testemunhas (duas de defesa e duas de acusação) não compareceram. Na semana passada, o defensor Odel Antun disse que pediu o cancelamento do júri desta semana por causa da não localização de testemunhas.  

 

Tudo o que sabemos sobre:
Farah Jorge Farahjúri

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.