Justiça aceita denúncia contra acusados de chacina em SP

A 13ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça recebeu denúncia contra dois dos 13 acusados pela chacina dos moradores de rua do centro de São Paulo, em 2004. Um é o policial militar Renato Alves Artilheiro e o outro é segurança Francisco Luiz dos Santos. Os desembargadores entenderam que eles devem responder pelo homicídio da moradora de rua conhecida como ´Maria Baixinha´ ou ´tia´, porque uma testemunha os reconheceu.No total, o Ministério Público Estadual (MPE) denunciou seis pessoas por 13 assassinatos. Em primeira instância, todas as denúncias foram rejeitadas por falta de provas. Exceto no caso de ´Maria Baixinha´, o TJ manteve a rejeição de todas as outras denúncias.Para a advogada Michael Mary Nolan, do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe), a decisão é um primeiro passo. "O caso dela é o que tem mais provas diretas, com uma testemunha sobrevivente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.