Justiça anula prisão de policiais

Sete policiais civis da Baixada Santista, acusados de envolvimento com a quadrilha do traficante Ronaldo Duarte Barsotti de Freitas, o Naldinho, vão ser soltos por determinação da Justiça. Eles foram denunciados por tráfico e associação ao tráfico e estavam presos desde 4 de outubro no Presídio Especial da Polícia Civil, em Santana, zona norte. A determinação partiu dos ministros da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os advogados dos policiais civis alegaram que os clientes não tiveram respeitado o direito de apresentar defesa preliminar, antes de a denúncia ser oferecida. Os ministros do STJ entenderam que houve violação da lei e anularam o processo. O juiz de Praia Grande Edgar de Souza Castro mandou expedir o alvará de soltura em favor dos sete policiais civis. Naldinho, acusado pelos mesmos crimes, também pode receber o benefício e ter seus processos anulados pela Justiça.

Josmar Jozino, O Estadao de S.Paulo

07 Setembro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.