Justiça anula prisão de policiais

Sete policiais civis da Baixada Santista, acusados de envolvimento com a quadrilha do traficante Ronaldo Duarte Barsotti de Freitas, o Naldinho, vão ser soltos por determinação da Justiça. Eles foram denunciados por tráfico e associação ao tráfico e estavam presos desde 4 de outubro no Presídio Especial da Polícia Civil, em Santana, zona norte.A determinação partiu dos ministros da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os advogados dos policiais civis alegaram que os clientes não tiveram respeitado o direito de apresentar defesa preliminar, antes de a denúncia ser oferecida. Os ministros do STJ entenderam que houve violação da lei e anularam o processo. O juiz de Praia Grande Edgar de Souza Castro mandou expedir o alvará de soltura em favor dos sete policiais civis. Naldinho, acusado pelos mesmos crimes, também pode receber o benefício e ter seus processos anulados pela Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.