Justiça concede nova liberdade condicional ao cantor Belo

No último dia 31, livramento havia sido suspenso horas após ser concedido ao pagodeiro no Rio

da Redação, estadao.com.br

08 de agosto de 2008 | 20h00

A juíza Cristina de Araújo Góes Lajchter, da Vara de Execuções Penais do Rio, aceitou nesta sexta-feira, 8, o pedido de livramento condicional do cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo. Segundo o Tribunal de Justiça do Rio, ela também o autorizou a realizar shows neste fim de semana. Condenado a oito anos de prisão por tráfico e associação para o tráfico de drogas, o cantor era mantido em regime semi-aberto.  No último dia 31, o livramento havia sido suspenso menos de 24 horas depois de ser concedido. A ficha de controle do cantor apontava que, durante fiscalização, ele não fora encontrado trabalhando na empresa Prateado Vips Estúdio Produção Artística. A defesa alegou que no dia em questão seu cliente estava em horário de almoço.  De acordo com o TJ, a juíza afirmou que o cantor vem apresentando comportamento exemplar durante o cumprimento da pena. "Analisando os novos elementos trazidos aos autos, verifico que o apenado vem, de fato, cumprindo de forma escorreita a pena que lhe foi imposta", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Belotráfico de drogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.