Justiça condena 5 por realizar baile do PCC

A ideia de fazer a ?Noite do Pancadão? partiu de um preso de Mirandópolis

Josmar Jozino, O Estadao de S.Paulo

02 de abril de 2009 | 00h00

Em uma decisão inédita, a Justiça de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, condenou cinco pessoas acusadas de organizar um baile funk em Mirassol com o objetivo de arrecadar dinheiro para a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). As penas de restrição de liberdade variam de 2 anos e 2 meses a 14 anos e 2 meses de prisão. Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), a festa, realizada em março do ano passado, foi regada a drogas e reuniu 300 pessoas - muitas delas menores e presidiários de regime semiaberto.A ideia de fazer o baile funk "Noite do Pancadão" na Estância Pérola, às margens da Rodovia Washington Luís, em Mirassol, em 21 de março de 2008, partiu do preso Davi Curti, o Perturbado. Na época, ele estava detido na Penitenciária 1 de Mirandópolis. Foi auxiliado pela ex-namorada Michele Aparecida dos Anjos, pela mãe, Maria Curti da Silva, pelo braço direito, Rodrigo do Nascimento Amorim, o Boy, e pela namorada desse último, Gisele Miller Camargo.Curti foi condenado a 14 anos e 2 meses , Amorim, Gisele e Michele a 12 anos e 2 meses pelos crimes de tráfico de drogas, incitação à prática de crime, apologia de fato criminoso e formação de quadrilha. Maria Curti foi condenada a 2 anos e 2 meses por formação de quadrilha. A sentença, de 127 páginas, foi proferida por um juiz da 5ª Vara Criminal de São José do Rio Preto.EXEMPLARO promotor de Justiça João Santa Terra, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de São José do Rio Preto, classificou a sentença judicial de "maravilhosa". "O Poder Judiciário, além de reconhecer a existência do Primeiro Comando da Capital, mostrou que quem auxiliar essa facção criminosa tem de ser penalizado. A decisão é inédita e foi exemplar", argumentou Santa Terra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.