Justiça condena Unimed a indenizar família

A Justiça condenou a Cooperativa Unimed de Piracicaba, na região noroeste do Estado de São Paulo, a pagar R$ 470 mil de indenização por perdas e danos à família de Dirce Zampaolo, em uma ação movida pela filha Elza Zampaolo Bertazzoni. Ela acusa o médico plantonista da Unimed, o urologista Eudes Aquino, de não ter atendido Dirce durante uma crise de diabetes. Ela morreu dois dias depois, em outubro de 1990, com 51 anos, por complicações da doença.A Justiça determinou ainda a realização de um leilão, no próximo dia 10 de fevereiro, de um terreno que pertence à cooperativa, localizado na avenida Antonia Pizzinatto Sturion, no bairro Piracicamirim, em Piracicaba, para garantir o pagamento da indenização à família da vítima.Após a morte da mãe, Elza registrou um boletim de ocorrência por omissão de socorro e entrou na Justiça com uma ação cível contra o médico e a cooperativa. Segundo ela, quando sua mãe foi internada, pelo plano da Unimed, a enfermagem acionou o médico plantonista por telefone, mas ele disse que sua ida ao hospital não era necessária.Aquino foi absolvido da acusação de omissão de socorro, inclusive nos Conselhos Regional e Federal de Medicina, por falta de provas. Mas acabou condenado em três instâncias no processo que tramita no 1º Ofício Cível de Piracicaba, junto com a cooperativa.No processo, ficou constatado por meio de perícias que houve falta de atendimento à paciente e de utilização dos recursos médicos necessários, como exames laboratoriais, conforme a família de Dirce.A Unimed argumentou, em nota pública, que não há participação ativa da empresa no caso, mas apenas ?responsabilidade solidária?. Explicou que ainda faltam ser julgados alguns recursos pendentes, mas se a decisão judicial for mantida, o valor da indenização será pago.O médico Aquino disse, nesta segunda-feira, que seria prematuro manifestar-se sobre o caso já que há os recursos pendentes. Ele afirmou que estava no hospital durante o plantão, que atendeu e medicou a paciente. Na época, o urologista era presidente da Unimed de Piracicaba.

Agencia Estado,

09 de dezembro de 2002 | 17h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.