Justiça dá direito de resposta a Alckmin

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, ganhou direito de resposta no horário eleitoral reservado a seu adversário, o presidente e candidato à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A decisão foi do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A propaganda do petista veiculou que, durante o governo de Alckmin, não foram instaladas 69 CPIs que investigariam supostas irregularidades da administração. O relator da ação no TSE, ministro Marcelo Ribeiro, concluiu que havia uma referência direta a Alckmin e, por esse motivo, entendeu que deveria ser concedido o direito de resposta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.