Justiça de Marília condena três por atentado a jornal

O juiz José Roberto Nogueira Nascimento, da 1ª Vara Criminal de Marília, condenou hoje a 12 anos de prisão Amauri Delábio Campoy, Bruno Gaudêncio Coércio e Amarildo Barbosa por envolvimento no atentado contra o prédio do jornal Diário e das rádios Diário FM e Dirceu AM, em Marília (a 450 quilômetros de São Paulo). Os três foram condenados por incêndio criminoso e roubo qualificado. O crime aconteceu na madrugada de 8 de setembro, quando o jornal foi invadido por um grupo que, além de queimar equipamentos, salas e documentos, tentou de forma violenta ter acesso ao cofre das empresas e roubou R$ 35 e três folhas de cheque do porteiro Sérgio Silva de Araújo, de 39 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.