Justiça de Minas recebe pedido de habeas corpus para mulher de Bruno

Dayanne está presa na região metropolitana de Belo Horizonte por tentar esconder o bebê de Eliza

Priscila Trindade, da Central de Notícias

23 de julho de 2010 | 14h17

SÃO PAULO - O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) informou nesta sexta-feira, 23, ter recebido um habeas corpus para Dayanne de Souza, mulher do ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes. O pedido, feito pelo advogado Ércio Quaresma, será apreciado pelo desembargador Doorgal Andrada, da 4ª Câmara Criminal.

 

Veja também:

linkPolícia vai devolver cães de Bola, diz advogado

linkPromotor afirma que menor participou do sequestro

especialCronologia multimídia do caso

 

Dayanne está presa por subtração de incapaz no complexo penitenciário Estevão Pinto, na região metropolitana da capital mineira. Ela foi autuada depois de tentar esconder o bebê de Eliza Samudio, ex-amante de Bruno.

 

A prisão de Dayanne faz parte da investigação sobre o desaparecimento de Eliza. A jovem sumiu no início de junho. Um adolescente de 17 anos, primo de Bruno, confirmou à polícia que Eliza foi morta por estrangulamento, mas o corpo ainda não foi localizado.

 

A juíza Marixa Lopes Rodrigues, da comarca de Contagem, em Minas Gerais, negou na terça-feira, 20, um pedido de revogação da prisão temporária feito pela defesa de Dayanne.

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Bruno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.