Justiça decreta prisão de incendiários de ônibus em Niterói

Sete pessoas são suspeitas de colocar fogo em veículo no bairro da Engenhoca, em agosto de 2010

Priscila Trindade, estadão.com.br

16 de junho de 2011 | 15h20

SÃO PAULO - A Polícia Civil do Rio disse que a 4ª Vara Criminal de Niterói expediu mandados de prisão para sete suspeitos de incendiar um ônibus da Viação Brasília, no bairro da Engenhoca. O incêndio ao ônibus ocorreu no dia 29 de agosto de 2010. Eles foram indiciados pelos crimes de incêndio e associação ao tráfico de drogas.

 

O inquérito foi concluído pela 78ª DP (Fonseca). O fogo também atingiu a motocicleta de um estudante. Segundo testemunhas, jovens armados invadiram o coletivo com duas garrafas pets com gasolina e ordenaram que todos descessem do veículo. Ninguém se feriu.

 

Traficantes do Morro dos Marítimos teriam mandado queimar o ônibus para atrair a polícia ao local e coibir a invasão dos bandidos rivais do Morro do Fallet, em Santa Teresa. Após o incêndio, policiais do 12º BPM (Niterói) ocuparam os principais acessos ao Morro dos Marítimos. Durante a ocupação, 12 homens foram presos e um menor apreendido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.