Justiça decreta prisão preventiva de pitboy

O juiz Leonardo de Castro Gomes, da 2.ª Vara Criminal, decretou nesta segunda-feira a prisão preventiva de Fábio Lustosa de Araújo Primo, de 23 anos, por tentativa de homicídio, agravada por motivo fútil. Praticante de artes marciais, Primo é acusado de ter espancado Flávio Cremona, de 28 anos, na boate Dito & Feito, no centro. A vítima conversava com a ex-namorada do lutador.O pedido de prisão preventiva foi enviado na sexta-feira ao Ministério Público pela delegada Evanora Gomes de Moraes, da 4.ª Delegacia Policial (Praça da República). O advogado de Cremona, Ari Bergher, acionou a Interpol, para evitar que o acusado deixe o País. Funcionários das fronteiras e de aeroportos estão em alerta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.