Justiça diz que prêmio tem de ser dividido

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina decidiu ontem que R$ 27,7 milhões do concurso 898 da Mega-Sena, sorteado em 1º de setembro de 2007, terão de ser divididos por Altamir José da Igreja e Flávio Biassi. Eles fizeram uma aposta juntos no concurso que tinha como prêmio R$ 55,4 milhões. Duas apostas acertaram as seis dezenas e eles ficaram com a metade do prêmio. Ambos vão recorrer da decisão. Os dois dizem ter sugerido os números.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.