Justiça em Curitiba leiloa nesta quarta-feira, dia 5, bens de traficante mexicano

Bens incluem imóveis em Curitiba e São Paulo, além de uma chácara em São José dos Pinhais

Fausto Macedo, O Estado de S. Paulo

04 de junho de 2013 | 23h05

A Justiça Federal em Curitiba vai leiloar nesta quarta feira, 5, bens avaliados em R$ 21 milhões, confiscados do traficante mexicano Lucio Rueda Bustos. O leilão vai ocorrer na Sede Ahú da Justiça Federal do Paraná, a partir de 14 horas.

Os bens, em sua maioria, são imóveis em Curitiba e em São Paulo, inclusive uma chácara em São José dos Pinhais, nos arredores da capital paranaense. Essa propriedade pertenceu ao famoso traficante Amado Carrillo Fuentes que dominou o tráfico de drogas no México durante os anos 1990.

Lúcio Rueda Bustos foi preso há 7 anos pela Polícia Federal em Curitiba, com o nome falso de Ernesto Plascência San Vicente. Ele chegou à capital paranaense em 2006 com US$ 30 milhões na bagagem. A PF se convenceu de que Bustos era o elo dos cartéis do narcotráfico no México com o crime organizado no Brasil.

Antes dele, passou por Curitiba Amado Carrillo Fuentes, número 1 do cartel de Juárez. Fuentes morreu em 1997, após frustrada cirurgia plástica. Bustos foi condenado por lavagem de dinheiro. Pegou 7 anos e meio de prisão em sentença imposta pelo juiz Sérgio Fernando Moro, da 2.ª Vara Criminal Federal de Curitiba. A condenação foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, mas a defesa recorreu. A pena foi reduzida pelo Superior Tribunal de Justiça.

Seus bens no Brasil – 20 imóveis e 7 veículos Mercedes, Audi e Toyota – foram confiscados. Parte desses bens vai a leilão nesta quarta feira, 5.

Tudo o que sabemos sobre:
LeilãoTráfico de drogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.