Justiça Federal vê desrespeito à Lei Fiscal e suspende empréstimo de R$ 3,7 bi

GOIÁS

, O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2010 | 00h00

A Justiça Federal suspendeu empréstimo-ponte de R$ 3,728 bilhões da Celg S.A., por indícios de que a operação desrespeitou a Lei de Responsabilidade Fiscal e uma resolução do Senado. A decisão se deveu a pedido de liminar do Ministério Publico Federal. De acordo com a Justiça Federal, o empréstimo, que foi liberado e assinado pelo presidente Lula, também não passou por análise sobre a capacidade de endividamento do Estado. A liberação da primeira parcela de

R$ 1,2 bilhão estava prevista para hoje.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.