Divulgação/Pixabay/Ilustrativa
Divulgação/Pixabay/Ilustrativa

Justiça manda Estado de SC indenizar homem que perdeu testículo após agressão de PM

Desembargadores consideraram ação de PM excessiva e injustificada

O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2017 | 09h31

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) condenou o governo do Estado a indenizar, em R$ 40 mil, um homem que precisou ter um testículo removido após ser agredido por um policial militar. Testemunhas relataram que viram o PM chutar a região genital do homem, que passava por uma abordagem no município de Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis.

+ 'Lava Jato da PM' investiga esquema de R$ 200 mi

Ele “urrou” de dor, conforme os relatos, e na mesma semana teve de passar por cirurgia para retirar o testículo esquerdo, comprometido por falta de vascularização. O caso ocorreu em abril de 2010.

A indenização foi aumentada, de R$ 10 mil para R$ 40 mil, em relação à condenação de 1º grau. O Estado recorre alegando que a culpa pelo episódio foi da vítima, “que se mostrava alterada e agressiva” e já havia se envolvido em uma briga antes da chegada dos PMs.

+ Forças de Segurança fazem megaoperação no Morro dos Macacos

O relator da matéria, desembargador Francisco Oliveira Neto, afirmou que os depoimentos deixaram "evidente que a conduta do policial foi excessiva e injustificada". A decisão foi tomada por unanimidade dos desembargadores da 2ª Câmara de Direito Público do TJ-SC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.