Justiça manda reativar sinais de celular em Avaré (SP)

O juiz Alex Tadeu Monteiro Zilenovski, do Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou nesta sexta-feira que as operadoras de telefonia celular restabeleçam os sinais nas proximidades da Penitenciária I de Avaré, a 268 quilômetros de São Paulo.Em ofício enviado à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o juiz explica que não há mais presos na Penitenciária I de Avaré.Em 24 de maio, a Câmara Municipal da cidade enviou pedido ao Departamento de Inquéritos Policiais (DIPO) solicitando o restabelecimento dos sinais, usando como argumento o fato de o presídio estar vazio. A Prefeitura da cidade entrou com um mandado de segurança, em 31 de maio, pedindo o desbloqueio dos sinais, que foi indeferido.Até as 19h30, prefeito Joselyr Benedito Silvestre não tinha informações sobre a reativação dos sinais de celulares na cidade. No entanto, ele reparou que o seu aparelho havia voltado a funcionar. "Não se isso se deve ao fato de eu estar, neste momento, numa parte alta da cidade", disse.Texto alterado em 13 de junho, para inclusão da informação de que a Câmara Municipal havia entrado com pedido ao DIPO para o restabelecimento dos sinais

Agencia Estado,

02 de junho de 2006 | 20h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.